Tag Archives: moda e criança

Formando crianças elegantes

5 jul

>Tenho uma filha de 4 anos e um filho de 1 ano e 4 meses e algumas das minhas preocupações de mãe é formar pessoas bem educadas, atentas ao mundo e às pessoas ao seu redor. Mas formar pessoas elegantes, também faz parte da minha pauta.

O que é ser elegante?  Acho que é isso tudo (ser educado, atento, solidário etc) mas, além disso, é  ter senso estético, apreciar o belo e saber que os modos como você se apresenta ao mundo dizem quem você é ou muitas vezes quem você deseja ser. E acreditem, não é fácil ser uma criança elegante no Brasil de hoje, pelo menos no quesito moda. Não estou falando de colocar saltinhos numa menininha que aprendeu a andar outro dia. Isso acho uma aberração e embora a Suri, ícone dessa tendência horrorosa, seja uma gracinha, acho que os pais dela não têm noção nenhuma do que é uma criança em formação e de suas necessidades. O comum é que crianças sejam vestidas de qualquer jeito, com peças de pouca qualidade e geralmente vendidas a granel. Graça, ludicidade e encanto normalmente passam longe.

Para minhas crianças tenho alguma regras. Nunca compro roupas de personagens de desenho animado, pois meus filhos não são outdoor. É certo que às vezes ganham uma peça ou outra. Se eu acho que é muito over logo dou um sumiço. Caso contrário fica pra servir de pijama ou roupa de casa. De qualquer modo, são pouquíssimas dessas peças que eles possuem. Para que eles usem roupa com personagens ilustrados, prefiro que sejam de um design bacana, sem essa coisa massificada (argh!).

Aposto muito em peças básicas: camisetas coloridas, listras, bolas e por aí vai. Aposto também em roupas feitas sob medida com tecidos de algodão. É verdade que não sou nada fã da tendência “minha vida em cor-de rosa”. Mas como a filhota gosta, então ela tem algumas peças nessa cor. Tudo em equilíbrio. Tanto que se alguém a pergunta qual sua cor favorita, ela responde que são todas.

Bom, para quem quiser, vão aí algumas dicas :

  • Sou  garimpadora de brechós. Sempre é possível encontrar peças bacanas por um preço bem em conta. Dia desses encontrei uma camisa de flanela xadrez da Calvin Klein para o meu caçula e um legítimo kilt escocês para a menina e não gastei mais que 30 reais. 
  • Também sou fã de algumas marcas infantis, a Green (forever), a You, a Puc e a boa e velha Hering, entre outras.E não é pela marca em si, mas pela qualidade, pelo corte e pelo desenho das peças. Para quem quiser investir mais, a Santa Paciência e A Ronaldo Fraga para Filhotes são boas pedidas
  • Em São Paulo, algumas lojas como a Center Fabril e a  Welli vendem tecidos de algodão muito bacanas, inclusive importados. Mas é preciso ter uma boa costureira. Em tempo, a Welli vende pela internet.
  • Sempre vale a pena fazer pesquisa em blogs e sites de moda infantil de outros países. As imagens que ilustram esse post não lembro de onde peguei, mas são todos europeus e dão uma ideia sobre o meu gosto de mãe e sobre como meus pequenos se vestem.
  • Por fim, sempre acho que criança deve se vestir como criança, com conforto e com alegria. Hoje sou responsável por meus filhos, pela sua educação, saúde, bem-estar. Quando estiverem maiores levarão para a vida, assim espero, as lições que aprenderem comigo e com o pai. Se vestir bem é apenas uma delas.

 Hoje não vou colocar as direções das imagens anteriores, pois, infelizmente, esqueci de anotar. Sorry! Mas as fotos abaixo são dos meus filhotes.