Tag Archives: fashion

Se meu dia tivesse umas 3 horas a mais…

4 maio

… Eu faria um curso de corte e costura e mais um de modelagem pra fazer eu mesma as roupas que eu gostaria de vestir.

Sim, houve uma época da minha vida (que na verdade parece ter sido em outra vida) em que eu tinha uma costureira amiga que fazia tudo o que eu queria, do jeitinho que eu gostava e pedia.

Hoje isso não é mais real. Mas não custa sonhar com um dia mais longo rsrsrs

Por falar nisso, ando sumida, mas o motivo não é outro senão ter dias curtos demais para tudo o que preciso e gosto de fazer. Aliás, um novo hobby tem se aproximado de mim, mas ainda não entrei com dois pés porque não tenho tempo, a lomografia. Para quem não conhece, de modo bem raso, são as fotos feitas com câmeras lomo ou toy câmeras e que, por uma série de “defeitos técnicos”,  dão um ar retrô, lavado, ou ainda com cores digamos “oníricas” às fotos. Talvez eu compre uma toy câmera, talvez eu ganhe hehehe DE todo modo, nos tempinhos vagos me divirto fazendo fotos lomo fake no photoshop (depois posto por aqui)…

Juntando as duas coisas, roupas que eu gostaria de usar e lomografia, cheguei à essa grife inglesa fofíssima, a Nadinoo. Roupas com esse ar retrô de que tanto gosto, mas com um corte clássico, que de certo modo fazem delas atemporais.O lookbook de primavera/verão deles é todo lomo. Para ver, clique aqui.

E você o que faria se tivesse 3 horas a mais no seu dia?

Anúncios

Ilustração Fashion

12 mar

Depois que eu passar na seleção do doutorado (e desde que pedi demissão esse é o meu foco, acreditem), depois que eu fizer doutorado (ahá!) e antes de eu ser bem velhinha (hahaha), vou me dedicar a uma de minhas paixões, a ilustração.

Enquanto esse dia não chega, vou admirando o trabalho incrível dos outros.

Esse trabalho é do canadense Derek Cardigan e é muitíssimo bacana. Pra conferir, visitem o blog dele.

Vejam só:

Para Louis VuittonPara Louis Vuitton

Para Marc Jacobs

Fashion na chuva

17 fev

Confesso que nunca soube ser muito fashion na chuva. Ah, é barra da calça que molha, guarda-chuva que que voa pelo avesso, sapato que ensopa porque não é adequado, enfim…

Então tenho aprendido por aí que dá pra ter graça, beleza e pés sequinhos (ou quase) nesse tempo chuvoso que anda fazendo no nosso país tropical.

Uma das coisas que aprendi é que é melhor gastar uma grana numa sombrinha que preste do que gastar de 10 em 10 reais com as sombrinhas made in china, totalmente descartáveis. Mas aí não vale esquecer em qualquer lugar, ?  Sombrinha cara tem que virar bichinho de estimação ou quase.

Outro dia as meninas do Oficina de Estilo deram vários toques sobre o tema no post Chuva no Calor. Vale conferir.

Cores na chuva é tudo de bom. Animam o dia cinza, não é?

Sempre tive vergonha de sombrinhas kitsh (especialmente as floridas) estilo “Nenê” do programa “A Grande Família!” e, por isso, assim que me entendi por gente optei por guarda-chuvas pretos.

Sem graça, ?

Infelizmente não temos muitas opções de guarda-chuvas e sombrinhas fofos. Mas eu já vi na Zara um modelo bacaninha e outro dia vi numa loja de shopping (da qual não recordo o nome) uma super-bonitinha, vermelha com poás branquinhos. Se procurar, encontra.

Assim que a minha última sombrinha baratinha e ordinária quebrar, vou investir numa bacanérrima.

Por fim, para pés secos tenho me virado com a Melissa que o marido me deu no Natal. Mas sem dúvida, falta um par de galochas nos meus pezinhos.Vivendo e aprendendo!

Direção das imagens:

1. Kimberly Chorney

2.  O Alfaiate Lisboeta

3. Lulu Guiness

4 e 5: Le pink monde

Reveillon na praia

30 dez

>Esse ano eu, a super-urbana, vou passar reveillon na praia com toda a família. E decidi inovar no visual, saindo do monocromático e entrando em 2011 com um vestido longo e floral. Daí pensei que seria bacana colocar aqui no J’Adore umas dicas de visual para que vai passar o  Ano Novo na praia. Ainda dá tempo, né?

Vestido floral: vai bem com sandália rasteira (em tom neutro ou que dialogue com alguma das cores da estampa). Para não ficar over, se a sandália for colorida, opte por um esmalte branco, nude. Prateado ou dourado valem para dar um brilho à produção,  mas lembrem que praia é sinônimo de depojamento.

Look branco: Bem, para as tradicionais, look branco não precisa ser inteiramente branco, não é mesmo? Os acessórios podem e devem abusar das cores e das texturas. E aí vale até usar as cores para atrair o que se quer, não é mesmo? Amarelo (prosperidade), vermelho (paixão), azul (tranquilidade e saúde), rosa (amor)…

 3.Nude: Combina com tudo, inclusive com praia. Embora o look abaixo seja nude total, eu apostaria numa super-bolsa de palha colorida e numa maquiagem bem vibrante com um batom coral (mega-coral) para arrematar.

É isso. E pra vocês um 2011 cheio de paz, amor, alegria, saúde e beleza.

Direção das imagens:

1. Vestido Le Lis Blanc
2.By MK
3. Êh Futilidade Gostosa!

Moda: o melhor de 2010

29 dez

>Fiz uma listinha básica do que mais me chamou atenção em moda nesse ano que está terminando. Obviamente estou falando de moda real, aquela que desfilou nas ruas. Então, vamos lá:

1. A volta do Lady Like:  Um clássico da feminilidade e elegância. É muito difícil errar apostando nesse estilo.

2. Moda Militar: Não emplacou como deveria em terras brazucas, uma pena, já que veio repaginado com uma linguagem também ultrafeminina. Quem sabe ano que vem ainda lembrem dela…

3. A ascenção do esmalte como acessório fashion: Uau! Acabou a caretice nas unhas e nos rendemos de vez a um dos ícones menos lembrados dos Anos 80, os esmaltes ultracoloridos, sem medo de ser feliz.
4. Vida longa à calça saruel! Sim, em 2010 elas reinaram com as mais diversas estampas e tecidos  e com ganchos  às vezes mais altos ou mais baixos. Tem quem adore, tem quem torça o nariz. Eu sempre achei uma calça bonita em outras mulheres, até vestir uma. Amei e virei fã!
5. O desfile de meias-calças fashion no inverno: esse ano a mulherada ousou um pouco mais nas meias-calças. Claro que ainda falta uma dose a mais de ousadia na indústria nacional, mas os padrões ao menos fugiram dos lisos de sempre e a paleta de cores se abriu um pouco mais.
direção das imagens
1. Alexa Chung

Cabelos pro fim de semana

20 nov

>Olha só que sugestões bacanas pro cabelão sair da mesmice.

Eu que estou, depois de muito tempo,  com um cabelo “quase longo” tenho inventado uns penteados desarrumadinhos para da uma bossa. Aliás, eu acho que cabelão só tem graça se você ousar e inventar. Né? E com essa “tendência” chique-desarrumado, até as moçoilas menos prendadas nas artes de arrumar os cabelos acertam.

O cuidado é só não parecer descuidado. Finalizar com uma presilha mais bonitinha, com uma flor de tecido e se usar grampos, caprichar na make,  são algumas dicas para não parecer que você saiu despenteada por falta de espelho.

Li em algum lugar ou alguém me falou que as nossas hermanas argentinas são super-inspiradas no quesito cabelo. Aqui no Brasil parece que só existe escova, chapinha e, no caso das encaracoladas, os caracóis. 

Esses últimos dias andei suspirando por um cabelo batidinho, mas essas imagens são tão bacanas que acho que vou deixar a vontade passar.

Amei muito esse último penteado, bem anos 30, não é? Vou tentar fazer semana que vem, se conseguir algo parecido (preciso avisar que não sou nada habilidosa) fotografo e coloco aqui.


direção das imagens: a cup of jo

O figurino dos meus sonhos

24 set

>Há alguns posts atrás eu falava da relação moda e cinema e prometia contar qual seria o figurino hollywoodiano dos meus sonhos. Bem, eu gostaria mesmo é ter todas as roupinhas da Andy Saches (Anne Hathaway) em O Diabo Veste Prada. Logicamente da Andy Saches it girl. Assinado pela Chanel, é um figurino arrumadinho mas muito “usável” no cotidiano, diferente do figurino belíssimo, mas muito glamouroso de Carrie do Sex and the City.